quinta-feira, 5 de julho de 2007

penalidade máxima

Ver futebol para mim é quase uma meditação. Eu olho praquela tela, aqueles bonequinhos correndo, aquela bola para lá e para cá, e não penso em nada. Absolutamente nada. Até tento me concentrar, mas não rola, futebol é altamente relaxante. Não entendo como os homens conseguem se irritar com aquilo, berram, ficam putos, brigam. Ver futebol na TV é melhor que tomar coquetel de Lexotan com Prozac em uma tarde no Sana.

Ontem, por exemplo, eu tava vendo Brasil x Equador. Não sabia quem era o Brasil. Daí perguntei para o macho mais próximo para que lado o Brasil fazia gol, para pelo menos não gritar na hora errada. Aliás, acho que os gols deviam vir com uma placa em cima, para facilitar: Brasil, faça gol aqui. Equador, faça gol lá. Isso evitaria muitos gols contra! Vou vender minha idéia para a Fifa. Depois perguntei porque eles estavam jogando aquilo numa quarta à noite, com tanta coisa para fazer, e me disseram que era a Copa América, o que não fez diferença nenhuma. Daí comecei o meu transe lá com os bonequinhos.

Apenas algumas coisas atrapalharam meus momentos de relaxamento. A meia do time do Equador, por exemplo, que era vermelha e não tinha nada a ver com o resto do uniforme. Isso me deixou indignada. Os cabelos de um indivíduo chamado Alex Silva também me incomodaram um pouco. Parecia, sei lá, um arranjo de flores de funeral.

Quando eu estou vendo um jogo e me perguntam o que eu estou achando - sempre fazem isso, parece teste - eu já tenho as respostas: o Brasil precisa de mais garra! Tem que avançar, jogar mais para a frente! Esse meio-campo está muito fraco! Se eu quiser mostrar muito conhecimento, digo: qualquer pelada ali no Aterro dá de mil nisso aí! Uma vez vieram me perguntar a clássica, se eu sabia o que era impedimento. Haja saco. Darwin já havia catalogado essa diferença universal entre machos e fêmeas: saber o que é impedimento. Numa boa, que diferença isso vai fazer na minha vida? Vocês sabem passar delineador? E tirar olheira com lápis branco? Ah, vaitecatar.

2 comentários:

Juju disse...

como tira olheira com lápis branco????

Bá disse...

Eu sei o q é um impedimento, isso faz de mim um homem? E o pior é q eu tb não sei tirar olheira com lápis branco, e sempre me borro com o deliniador...