domingo, 4 de novembro de 2007

Evolução depilatória

Um dos setores em que a criatividade humana mais tem evoluído é o de nomenclatura das casas de depilação cariocas.
Como ser humano do sexo feminino, tenho como uma de minhas incumbências a remoção mensal dos pêlos de certas partes do corpo, como as axilas, virilhas e pernas, além do buço, região também conhecida como bigodão. Antigamente, removia meus pêlos em salões de beleza ou clínicas especializadas, que tinham como nome invariavelmente o primeiro nome do dono, acrescido de apóstrofe S: christian´s, ralph´s, etelvina´s.
Há alguns anos surgiram centros de depilação mais antenados com a globalização e os ininterruptos fluxos de capital, que não exigem fidelização depiladora/ cliente, tampouco hora marcada para o ato depilatório. A pioneira foi a Pello Menos, com dois L (como o meu sobrenome), que são desenhados na logo como dois nojentos cabelinhos (o que não tem nada a ver com meu sobrenome).
O nome revolucionou em absoluto tudo o que se conhecia em casas de depilação, e abriu uma brecha para uma surto de criatividade dos empresários do ramo. Ao Pello Menos seguiram a Depilux e o Pelo Zero. Mais recentemente, também em Botafogo (bairro que estatisticamente concentra as mulheres mais cabeludas da cidade), foi aberta a Pello Sim, Pello Não.
Apenas em relação a esta última tenho certa objeção. Fiquei com medo de ser utilizada uma nova técnica que retira apenas metade dos pelos. Imaginei a atendente: Bom-dia, senhora Clara. Vamos retirar pêlo sim, pêlo não, até atingir a perfeita metade. Se ficar um a mais, um a menos, por favor contate nosso call center, que nossas operadoras ouvirão sua queixa. Posso testar a cêra?

4 comentários:

Anônimo disse...

Clara, é impressionante a sua capacidade de captar aquilo que passa pela cabeça de todo mundo mas ninguém conseguiu ainda identificar como uma tendência... e então você vai lá e coloca tudo a descoberto! Eu e Maíra já tínhamos começado a notar essa questão dos Pellos, mas você foi profunda agora. Parabéns! Ass: Licio Caetano

Jujuba disse...

pello sim e pello não prefiro continuar com a Iracema =)

Clara disse...

Que bom! Obrigada, Lício! Para os meninos, existe uma outra casa de depilação, cujo nome me foge... daqui a pouco lembro! Bjim

Anônimo disse...

vocês traíram o movimento hippie, véio.