terça-feira, 9 de outubro de 2007

jabuti

Lá nos primórdios, eu queria ser bailarina. o palco, a purpurina, a pontinha do pé.
depois, aeromoça. a sensualidade disfarçada de serviência.
Acaba que meu diploma não é nem em balé, nem em aeromocismo.
No fim das contas, a cada dia que passa penso que ser um jabuti é a grande solução.
Eu já entrei para a sociedade dos jabutis. Estou só aguardando a minha carteirinha. E o meu brinde de novo membro da sociedade, ouvi falar que tem. Os jabutis são muito atentos a essas coisinhas. Jabuclara, ou Clarati.

Um comentário:

Juju disse...

A Améééélia tá querendo ganhar prêmio, é?