quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Relato da primeira e extraordinária reunião para decidir como acabar com Copacabana. Estiveram presentes os membros da família a alguns agregados.

Sugestão da mãe:
pedir para todos os moradores saírem de casa ao mesmo tempo e provocar uma guerra.

Sugestão do tio:
fazer uma promoção para que todos os moradores dêem descarga ao mesmo tempo. Algo como "dê descarga no domingo às 20h e concorra a um carro". As descargas simultâneas acabariam com Copacabana.

Sugestão do irmão do meio mais velho:
construir uma bomba aquática e provocar um tsunami em Copa - lembrando sempre que o alto Botafogo deve ficar protegido.

Ficou por minha conta lavrar a presente ata, que escrevo, divulgo e assino nesta data.

7 comentários:

Anônimo disse...

simplesmente aguardar o aquecimento global fazer o seu trabalho.

grajaú será conhecido como a nova ipanema.

Victor

Arthur disse...

a idéia é criar uma raça carioca mais pura, sem a malandragem e marginalidades de moradores de copacabana como eu?

Clara disse...

Arthur, vc por aqui? Putz. Vou ter que subir o nível. Vc pode transportar a sua marginalidade copacabanense para o alto Botafogo, ok?

tony disse...

Essa de dar descarga, todo mundo de uma vez, parece ótima. Não consegui aqui imaginar todas as conseqüências.

Anônimo disse...

o leme vai junto?

Carol

Clara disse...

Nenhum dos integrantes da reunião mencionou o Leme, de modo que ele está salvo.

meu nome é meu disse...

eu adoro copacabana! ela vai ficar super bem como memória, bairro abaixo do oceano!