quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Atualizações

Hoje resolvi fazer o que estou para fazer há séculos: enfiar links nesse blogue.
Como qualquer coisa que se resolve fazer depois de séculos, óbvio que não concluí.
Mas pretendo.
Como o próprio nome diz, são simplesmente lugares para passear. Sei que deveria fazer uma apresentação gentil de cada um, pois trata-se de gente para lá de interessante e querida, que produz com autenticidade e inteligência. São na maioria amigos (ou conhecidos, ou conhecidos virtuais, sim, isso existe). Gente que escreve, como o Tony, o Flávio, a Diana, a Alice, o Bruno, a Gê, o Turvo, a Bíbi, gente de teatro, como o Fernando e o Manu, e gente que desenha e fotografa, como o Daniel.

Minha lista dos favoritos não está inteira aqui, um dia estará. Zelei por colocar os amigos que escrevem, mas falta coisa, ô se falta.

E a falta de explicações pode ser melhor do que colocar um teaser. Incentivo de montão que vocês se aventurem nessas pagininhas.

É. Não tenho mais nada a dizer. Só que quando coloquei o link do Manoel me deu muita saudade dele. Ele mora no meu bairro, o infindável e irritante Botafogo, que de tanto morar aqui nunca o conhecerei. Mas eu não vejo o Manu há séculos e sinto muita saudade dessa coisa. Enfim, você não devia estar lendo essa declaração de amor, você nem me conhece, nem conhece o Manu, mas você conhece saudade e já deve ter tido catorze anos. Um dia, Manu, um dia a gente se esbarra, eu vou gritar e te morder.

2 comentários:

lauranery disse...

então, onomatopéééééica Klara! vim visitar, se quiser visite-me, bjs
Laura

meu nome é meu disse...

é querida, manu agora é amigo do seu irmão, aluno do seu pai e esbarra na rua com a sua mãe...
você não vê manu, mas manu sempre te vê! Ele é um vírus inoculado na família Meirelles!