quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Nunca tinha visto alguém chorar na praia.
Quer dizer, não em finais de semana.
Normalmente as pessoas choram na praia em dias úteis, mais provavelmente no final da tarde. Não em um sábado de sol futevôlei biquininho olha o mate. ela, entretanto, parecia não se importar com as regras de Ipanema. Chorou. E eu tive de me esforçar pra fingir que não estava vendo.

Chora-se em finais de semana e feriados, em Ipanema.

5 comentários:

Juliana Rodrigues email: allbyju@gmail.com disse...

Ai que tudooooo!!! Acabei de conhecer seu blog e adorei! parabéns!!!
Tb tenho um blog onde falo bastante de casamentos e queria te convidar para conhecer:
www.allbyju.blogspot.com

Voltarei sempre!

Beijos

Ju disse...

É... tem que ter coragem mesmo. Acho que eu não seria tão corajosa!

Se fosse ao menos um final de semana nublado, chuvoso...

Paulo César Nascimento disse...

Deve ter uma lei municipal proibindo. Porém, ela estava segura de que todos fingiriam que não viram. Aí cabe aquela questão metafísica: se não houver um observador, o que garante a ocorrência do fenômeno? E se você alucinou uma mulher chorando em Ipanema?

juju disse...

No Arpoador, chora-se, e muito, em qualquer dia e horário.

The Moonlight disse...

poxa, sempre que leio o que escreves, passa um filminho na minha frente e a história acontece ali :}